Sesc no Pará

Topo

Fecomércio-PA    |    Senac


Sesc Ver-o-Peso

Serviços
Clique e confira mais informações sobre os serviços oferecidos:

• Escrita criativa em ficção - Prosa – Contos- Módulo II

Comerciários e dependentes: R$ 5,00;
Público em geral: Usuário - R$ 45,00 /  Estudante / Convênio - R$ 30,00.

Local: Centro Cultural Sesc Bouvelard;
Horário: 09h às  14h;
Vagas: 20  limitadas.


Teoria
1 -  Conceitos básicos de literatura e principais gêneros literários;
2 -  Técnicas para elaboração das etapas iniciais e desenvolvimento de contos, com exemplos práticos do autor.;
3 -  Técnicas e dicas para conclusão de contos;
4 -  As fases de pós-elaboração de um livro: Leitura beta, revisão e edição;
5 -  Últimas palavras: mercado literário brasileiro e considerações finais.

Pratica
1 - Desenvolvimento de pequeno texto, utilizando o método de fluxo de pensamento transformando em obra a ideia;
2 - Definição da estrutura de texto de ficção do aluno, a ser apresentado como parte da avaliação individual ao final da oficina e desenvolvimento inicial do conto;
3 - Desenvolvimento e conclusão do texto do aluno;
4 - Revisão e últimos retoques nos contos dos participantes;
5 -  Apresentação e leitura em voz alta dos contos concluídos dos participantes.

• Clube de Leitura

Faixa etária: Crianças na faixa etária  06 a 12 anos;
Local: Centro Cultural Sesc Bouvelard;
Horário: 09h ás  10h30;
Vagas: 20  limitadas. Gratuita.


Mediador : Ana Selma
Buscando estimular a leitura das crianças desde muito cedo, para que essa prática seja associada ao prazer e à satisfação e não à obrigação de ler. O clube de leitura também faz com que os livros sejam mais acessíveis a todos, tornando essa uma atividade mais lúdica e sustentável.

Objetivos:
Compartilhar  experiências de leitura, como forma de incentivar o desenvolvimento do gosto pelo ato de ler, promovendo o acesso ao “mundo” da leitura e à produção literária infantil.

• Artes Visuais

Exposição "Cigarras Elétricas", de Cleber Cajun

14/03 a 13/04/2019

As cigarras são insetos pertencentes a fauna amazônica. São notáveis devido aos seus sussurros, à sua cantoria. Seu canto traz à memória os cacos das infâncias, cacos da idade onde os sonhos suspiram as "miudezas" da vida. Na exposição "Cigarras Elétricas" de Cleber Cajun, o artista manifesta sua poesia por meio de imagens cuidadosas. Sua poética mergulha em cores, formas, texturas, e detalhes lúdicos, em que a construção visual parte das "vozes das cigarras". Suas imagens eletrizantes celebram a infância-vida, imersas em histórias da mitologia pessoal, de um lugar meu, seu e de todos nós. 
Os desenhos e pinturas constroem simbolismos e metáforas, como um encontro de afetos relacionados ao tempo, espaço e sonhos.

• Exposição Permanente "Máquinas Para Filosofar"

Programação Cultural E Educativa. Acervo de câmeras artesanais confeccionadas nos séculos XIX e XX, consideradas por pesquisadores uma das mais representativas coleções desta natureza da América Latina. Em exposição permanente no 3º piso do Centro Cultural.

 

Visitas monitoradas à coleção "Máquinas para Filosofar"

Visita mediada ao acervo onde as curiosidades e informações históricas são compartilhadas com o público interessado..

Leituras de Portfólio

Encontros com interessados em conversar sobre seus ensaios, projetos, séries. As leituras são feitas sempre aos sábados ou domingos a partir de agendamento prévio.

Pré requisito: Apresentar portfólio impresso (qualquer tamanho e papel), contendo o mínimo de 20 fotos sobre a mesma temática.

Vivência "Fotografia e Imaginação"

Os participantes são estimulados a utilizar a imaginação como "base de captura" de imagens por meio de um protótipo de câmera fotográfica.

 

 Atenção! As atividades são mediadas a partir de agendamento prévio via email: psampaio@pa.sesc.com.br

• Mostra de fotografia artesanal "na trilha da luz”

A mostra apresenta os resultados obtidos pelos participantes das oficinas artesanais de fotografia realizados em 2017 e 2018 (pinholes, pincéis de luz, construção de câmeras obscuras e câmeras lúcidas). Essas oficinas tiveram um direcionamento especial: a temática foi centrada em releituras do nosso acervo "Máquinas para filosofar", dessa forma, o resultado original e instigante revela os encontros inspiradores dos participantes das oficinas  com a memória e a matéria física( as máquinas). Esta ação faz parte da programação vinculada ao acervo "Máquinas para filosofar".

 

Abertas ao público de terça à sábado de 9h às 18h / Sábado 9h às 13h

Agende sua visita ou de seu grupo via email psampaio@pa.sesc.com.br / nlucena@pa.sesc.com.br

 

Abertas ao público de terça à sábado de 9h às 18h / Sábado 9h às 13h

Agende sua visita ou de seu grupo via email psampaio@pa.sesc.com.br / nlucena@pa.sesc.com.br

ENTRADA FRANCA

• Exposição “Imagens Cotidianas”

De 14/05 a 22/06 - Exposição de Cleber Cajun

O cotidiano paraense materializado em fotografias  está presente nos ensaios vencedores  da segunda versão do Incentivo à fotografia Paraense "Imagens  Cotidianas". Promovido pelo Sesc no Pará, por meio do Núcleo de Fotografia do Centro de Cultura e Turismo Sesc Ver o Peso, o incentivo tem como objetivo principal  valorizar e divulgar prioritariamente ensaios fotojornalísticos e documentais realizados no estado do Pará.A comissão de seleção  formada  pela fotógrafa Elza Lima e o fotógrafo e educador  Miguel Chikaoka, após rigorosa análise dos portfólios enviados e considerando os critérios propostos no regulamento da ação elegeram  os ensaios   "Como a força das àguas" do coletivo Olharfotográfico de Abaetetuba - que neste ensaio conta com  fotografias de Marcelo Vaz, Sérgio Rodrigues  e Joanaldo Silva ; "O corpo entre a alma e o Trabalho" de Rafael da Luz e "A-salto"  de Ronney Alano (ambos de Belém) vencedores  do Incentivo Imagens Cotidianas / 2019. Já  os ensaios  "Àgua boa" de Paula Giordano e "Portal da Amazônia" de Renata Negrão Moreira foram agraciados com Menções Honrosas. A comissão decidiu ainda por  Destacar  os ensaios "O que soa por ti" de Gilberto Guimarães Filho,  "Guardadas" de  Ednaldo  Britto  e  " Cidade nua(Kaos urbano)" de  Bruno Rafael Fotografia.Como a natureza desta ação é coletiva e pretende  incentivar, divulgar  e valorizar a produção fotográfica paraense, considerada uma das mais significativas do Brasil, o  Sesc convidou todos os inscritos para uma participação especial - um livro artesanal, que fará parte  da exposição  coletiva  montada a partir dos ensaios contemplados no incentivo. 

• Mostra de fotografia artesanal

De 1 a 30 de junho

A mostra apresenta  os resultados  obtidos pelos participantes  das oficinas artesanais de fotografia  realizados em  2017 e 2018 (pinholes, pincéis de luz,  construção de câmeras  obscuras e câmeras lúcidas).  Essas oficinas foram direcionadas  de forma a conduzir os participantes a realizarem uma  releitura  do nosso  acervo "Máquinas para filosofar",  dessa forma, o resultado original e instigante  revela os  encontros inspiradores  dos participantes das oficinas   com a memória e a matéria  física( o acervo de máquinas antigas). Esta ação  faz parte  da programação  vinculada ao acervo  "Máquinas para filosofar".

            Participam da mostra: ANA BOTELHO, ANA LUIZA RODRIGUES SILVA,  ANDREZA MACHADO, ANNE SOUZA, BEATRIZ MATTOS, FERDINANDO MAGALHÃES, LARISSA ARAÚJO, LUCIANA MACHADO  MAGNO, MARIA LUIZA B. SIMON, MAURICIO IGOR, PATRICIA NEDER, RAFAEL FERNANDO, RITA BARBOSA, SUELY NASCIMENTO, WASHINGTON DOS SANTOS, DIVA ANANDA MACHADO AGUIAR, ISRAELY VITORIA BENTES DA S. DE SOUZA, NILA MACHADO AGUIAR, RAUL JUNIOR DA SILVA TRINDADE, RUAN RIBEIRO GOMES, SABRINA CORREA PENA e VLADIMILA PEREIRA MACHADO

 

Abertas ao público de terça à sexta de 9h às 18h / Sábado 9h às 13h

Agende sua visita ou de seu grupo via email psampaio@pa.sesc.com.br / nlucena@pa.sesc.com.br

• Exposição "Risco D'água", de Delcley Machado

Período de visitação: 10 a 31/08/2019, das 9h às 18h (Terça a sábado)

Local: Galeria do Sesc Ver-o-Peso

A trajetória de Delcley na arte começou desde criança, quando adorava fazer pinturas.

Atualmente, resolveu fazer encontro com as artes plásticas para a sua vida e deu início ao processo de criação. Nesse período, começou a produzir desenhos variados, e ao longo de um ano fez mais de 12 peças que mesclam as técnicas de nanquim e aquarela em uma mesma tela. Naturalmente surgiu Risco D'água, exposição que reúne entre os riscos e rabiscos de peixes existentes no imaginário do artista. 

 

 

 

Sesc | Serviço Social do Comércio

Departamento Regional do Pará
Av. Assis de Vasconcelos, nº 359
Bairro Campina - CEP: 66010-010
Belém - Pará


Central de Relacionamento:
     0800 - 941 -1242
     (91) 4005 - 9591
centralatendimento@pa.sesc.com.br

Ouvidoria

logo do Sesc
link para o site da Fecomércio Pará link para o side do Senac no Pará

 

Siga-nos

Serviço Social do Comércio — Departamento Regional do Pará       www.sesc-pa.com.br   Todos os direitos reservados